Finalmente! Após todos estes anos escrevendo para TheSlot.com.br, os Rangers são um time vencedor. E exatamente com o elenco em que menos poderia se colocar fé. Não é curioso? Depois de Eric Lindros, Theo Fleury, Brian Leetch, Mark Messier, Petr Nedved tentarem levar os Rangers aos playoffs, é uma combinação de poucas estrelas com muitos jogadores esforçados que parece que enfim terá sucesso.

Poderia falar de Jaromir Jagr, o monstro que até agora lidera a liga em pontos (50, em 32 jogos), ou talvez dos habilidosos Martin Straka e Michael Nylander, que formam com o tcheco maravilha uma das melhores linhas da liga. Mas não. Quero falar dos outros nomes. Aqueles jogadores que podem não ser estrelas ou não ter habilidade, mas que estão fazendo o possível para ajudar a equipe novaiorquina.

O grande exemplo, pra mim, é o discreto, porém eficiente, Marek Malik. O defensor, um dos melhores defensores defensivos da liga, vinha fazendo um trabalho discreto para livrar os goleiros dos Rangers de problemas. Até um pênalti contra os Capitals, dia 27 de novembro. Até hoje não consigo acreditar no que aconteceu. Os dois times empatados, já tendo chutado 14 vezes. O narrador da rádio dizendo: "E agora, um especialista em contra-ataques, Marek Malik", praticamente decretando como perdido o chute. Mas para a surpresa de todos — e principalmente dos narradores —, Malik fez talvez a jogada mais linda de toda a temporada, passando o disco por suas pernas, e batendo com o taco por entre elas. Não entendeu? É realmente complicado, mas fantástico. Eu não acreditava no narrador: "Nem Peter Forsberg marcaria esse!!!". Até que eu vi o gol. I-N-A-C-R-E-D-I-T-Á-V-E-L! Um defensor lento, quase sem habilidade, no 15º chute marca um gol daqueles? É para resumir a temporada dos Rangers.

O que quero apontar é que apesar da temporada monstro de Jagr, são os jogadores úteis que estão realmente fazendo esse time jogar. Este tipo de jogador não existia em New York e agora o time está repleto deles! E ganhando! Jed Ortmeyer? Jason Ward? Dominic Moore? Jason Strudwick? Conhece esses caras? Eu conheço! Eu torço para os Rangers e estou admirando como ouço o nome deles em todos os jogos, dando tudo de si, coisa que eu não via há três temporadas. Para se ter uma idéia, olhem as linhas dos Rangers:

Straka - Nylander - Jagr
Rucinsky - Rucchin - Hossa
Prucha - Moore - Ortmeyer
Nieminen - Betts - Ward

Malik - Roszival
Poti - Tyutin
Kasparaitis - Strudwick

Lundqvist
Weekes

Aí você me pergunta: quem é Prucha? E Lundqvist? E Tyutin? Esse Roszival é aquele mesmo, que jogou nos Penguins? Vou responder essas perguntas, uma de cada vez.

Petr Prucha é talvez a maior surpresa desta temporada. Acreditem ou não, ele é o segundo em gols na equipe, com 13, sendo sete em vantagem numérica. Em nossas discussões de pauta, o colega Humberto perguntou-me: "Finalmente vai me explicar de onde raios e quem é Prucha?", quando falei que escreveria sobre os Rangers.

Bem, meu caro Humberto Fernandes, Prucha também foi para mim uma enorme surpresa. Assim como os Wings fazem, os Rangers foram buscá-lo beeeeeeem embaixo no recrutamento, com uma escolha de oitava rodada em 2002. E aí, do nada, ele vai e começa a marcar gols como um doido? Prucha sofre de dois males: primeiro, não é um jogador muito alto e, segundo, por não ser muito conhecido na América do Norte, apesar de ter jogado na 1ª linha tcheca com Jagr, no mundial de 2004, não teve seu nome divulgado na NHL.

O que Prucha tem é coragem. Todo jogo dos Rangers, em vantagem numérica, ele está lá perto do goleiro, pra encher a paciência dele. Por ser veloz, é difícil de ser marcado, ou seja, seus gols geralmente são rebotes de oportunismo, nada além disso. Talvez fosse o grande jogador símbolo dos Rangers, não fosse o incrível Henrik Lundqvist.

Outro jogador surgido do nada? Nem tanto. Parece que o trabalho dos olheiros dos Rangers está trazendo um bom resultado. Ou seja, o treinador já sabia do potencial do garoto, que já vinha explodindo na Europa antes de vir para os Rangers e virar titular, mesmo com seus 23 anos. É o grande goleiro da equipe para as próximas temporadas e ouso arriscar: os torcedores vão logo compará-lo ao grande Mike Richter.

Já sobre Tyutin, melhor esperar mais um pouco. O garoto é bom e certamente vai ser um ótimo defensor, mas precisa de maturidade ainda. Esperem e verão. Ele e Maxim Kondratiev são os grandes nomes na linha azul dos Rangers. Falando em linha azul, Roszival talvez seja a grande surpresa. É o defensor número um em New York, mesmo nunca tendo temporada brilhantes em outras equipes. De repente, lidera a equipe em mais/menos, além de ser o jogador com mais tempo de gelo.

Isso resume em quantas andam os Rangers. Contando apenas com uma grande estrela, a equipe consegue se manter há várias rodadas na primeira colocação da Divisão do Atlântico, perseguindo os Senators de perto na Conferência Leste. É claro que talvez a boa fase não dure para sempre. Mas há de se reconhecer os méritos desta equipe.

E para finalizar, esta é para o Dudu. Em um dos últimos jogos dos Rangers, Ortmeyer foi um dos grandes responsáveis pelas equipes especiais matarem todas as penalidades do adversário e permitir a vitória. No terceiro período, a torcida começou a aplaudí-lo toda vez que ele tocava no disco, além de gritar seu nome, ruidosamente. É ou não é o ápice da carreira deste jogador? Na verdade, é o ápice deste 1/3 de temporada vitoriosa para os Rangers.


Fabiano Pereira finalmente pode torcer em paz — em alusão ao cartaz de um torcedor em 1994, "Now I can die in peace".
Especial: As 100 edições para nós
Alessander: Lutando para subir no Leste
Alexandre: Um 10 na prova de fogo
Eduardo: Os 100 da era ESPN
Fabiano: Jagr mais 18? Nada disso!
Fabiano: Fiasco! Quem adivinha o nome?
Humberto: A primeira e inesquecível vitória
Marcelo: Dez coisas que eu amo no hˇquei
Rafael: O Avalanche em uma palavra
PETR QUEM? Prucha mostra muito bem nesta foto por que já 13 gols nesta temporada (John Russell/AP - 08/12/2005)
O FUTURO O sensacional Henrik Lundqvist é cumprimentado pelo promissor Fedor Tyutin. O futuro se encontra com o futuro? (John Russell/AP - 08/12/2005)
Edição atual | Edições anteriores | Sobre TheSlot.com.br | Comunidade no Orkut | Contato
© 2002-05 TheSlot.com.br. Todos os direitos reservados. Permitida a republicação do conteúdo escrito, desde que citada a fonte.
Página publicada em 14 de Dezembro de 2005.